COMO SER ZELADOR

Como se tornar um Zelador e obter a Capela Peregrina:



- Convide um grupo de 10 famílias, contando com a sua, para receber a visita da Capela Peregrina de Nossa Senhora de Guadalupe durante três dias por mês. A sua família será a décima. Escolha amigos ou famílias que morem perto de sua casa facilitando assim sua entrega.

- Afilie-se ao Apostolado Virgem Peregrina da Família enviando seus dados como zelador (a) e o de suas famílias zeladas diretamente para o Apostolado conforme a sua região.




Visite o nossa página Regionais e encontre a sua Regional

 Não havendo um Diretor Local ou Coordenador estabelecido na sua região, encaminhe diretamente para o Escritório Nacional do Apostolado Virgem Peregrina da Família:
Quadra EQS 311/312 Sul - Brasília/DF – Cep: 70364-400


- Ao entrar em contato com o Apostolado todas as informações de valor da capela, frete e forma de pagamento serão fornecidas. O valor é apenas para cobrir a despesa com a confecção da capela e material gráfico que a acompanha.

- Ao receber a Capelinha, organize uma Missa de Envio em um sábado, por ser dedicado à Nossa Senhora, e convide sua família e famílias afiliadas para participar. Nesta missa, o(a) zelador(a) confirmará seu compromisso será enviado(a) em missão e a Capela será devidamente abençoada pelo sacerdote para iniciar o trabalho de peregrinação. Consulte o Apostolado de sua região, a Direção Local promove mensalmente uma missa em homenagem à Virgem de Guadalupe com envio de capelas e renovação de bênçãos.







Observações

  • A Capela só poderá ser adquirida após o envio dos dados do(a) zelador(a) juntamente com o de suas famílias. 
  • A Capela Peregrina não será fornecida para uso pessoal, seu objetivo é a peregrinação. 
  • A Peregrinação poderá acontecer dentro de outras realidades como: comércio, escolas, grupos de orações, hospitais, etc., desde que, ela não fique parada e sua permanência seja devidamente valorizada. 
  • É muito importante que mantenha seu banco de dados atualizado junto ao Apostolado para não perder vínculos. 
  • Não é bom que as famílias caminhem só, o ideal é promover quinzenalmente ou mensalmente um encontro para troca de experiências, reza do terço, palestras, entre outros. E que haja o estímulo para receber e viver a Sagrada Comunhão na Igreja, que é a força principal da nossa devoção. Fique atento(a) aos encontros promovidos pelo Apostolado a aos eventos anuais. 
  • Quem recebe a capelinha de outras devoções marianas, pode também receber a Guadalupe, quanto mais receber a visitação de Nossa Senhora em sua família, melhor! 
  • Um zelador pode ter mais de uma capelinha sob sua responsabilidade, basta que esteja organizado e preparado para isso. 
  • A família que recebe a capela, pode, durante a sua vez, levar a capela em visitação à doentes, a alguém necessitado ou à algum encontro específico, garantindo a segurança e o retorno da capela sem perdas ou danos. 
  • A Capela pertencerá ao grupo, por isso, o valor da aquisição poderá ser rateado entre todos. 
  • Havendo danos ou prejuízos com o material gráfico ou estrutura da capela, será responsabilidade do grupo arcar com manutenção e reposição. 


Desmembramento



      
      Devemos estimular para que cada família zelada se torne também um zelador, formando um novo grupo, mas mantendo-se também vinculada ao grupo original, desta forma, promovemos o DESMEMBRAMENTO, com a "multiplicação permanente" e atingimos um número cada vez maior de famílias que necessitam diariamente de evangelização








Todos os dias sacerdotes estarão rezando por todos os Afiliados da Capela Peregrina no
Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe em Roma.